Tendências

Sinalização digital é oportunidade de negócio; veja como aproveitar

sinalização digital é um tipo de painel informativo usado para comunicar ou divulgar marcas, produtos e serviços. Normalmente, as mensagens são exibidas em TVs de LCD ou plasma em locais públicos, como shoppings, elevadores comerciais e, até mesmo, supermercados. Elas também são mais dinâmicas e permitem o uso de outros atributos além dos elementos visuais, tornando-se bastante atrativas e conferindo um excelente retorno para as empresas anunciantes.

Por essas e outras, a sinalização digital é uma excelente oportunidade para você expandir a atuação da sua empresa no mercado de comunicação visual. Diante disso, confira, a seguir, como atuar neste ramo em 2018.

Vantagens da sinalização digital

Ao contrário do que possa parecer, a sinalização digital possui um custo muito mais baixo do que as mídias tradicionais, como o rádio, a TV, a revista ou, até mesmo, os outdoors. Isso acontece porque a produção em painéis informativos não envolve tantos aspectos quanto a de outras mídias, tornando-os mais acessíveis para os anunciantes.

Apesar do valor mais barato, as possibilidades de formatos e de mensagens são maiores nesse tipo de mídia, permitindo com que a mensagem seja muito mais criativa e impactante. Pense que é possível, por exemplo, veicular vídeos com animações, sons e muito mais dinamismo do que em uma mídia tradicional.

Além disso, a sinalização digital não precisa ter hora ou dia para parar. “Ela pode ficar ativa 24 horas por dia e 365 dias por ano”, complementa Fabio Lebre, consultor de Marketing Digital e Diretor na WEB Studio F55.

Ao somar todas essas vantagens, você verá que esse tipo de mídia, por ser de baixo custo para o anunciante e ter alto potencial de impacto e retorno, dá às empresas de comunicação a possibilidade de atrair uma cartela maior de clientes.

Onde a sinalização digital pode ser aplicada?

“Se prestarmos atenção à nossa volta, veremos que estamos sendo impactados pela sinalização digital o tempo todo. Em São Paulo, por exemplo, já temos pontos de ônibus com telões digitais ou painéis no centro das grandes avenidas. Nas padarias, mercados e, até mesmo, em elevadores”, ressalta Fabio.

Por não ocupar muito espaço e nem precisar de estruturas específicas, esse tipo de mídia também pode ser aplicado em diversos locais. Basta desenvolver um olhar de negócio para entender onde há uma grande concentração de pessoas de diferentes perfis para conseguir identificar um bom ponto e começar a vender espaço.

Além disso, já é comum encontrar a sinalização digital no setor de feiras. “Quase não se utiliza mais o panfleto ou os banners, que estão sendo substituídos por leituras de códigos QR ou por telas de LED, que trazem enormes vantagens para quem vê, para quem expõe e também para o meio ambiente”, complementa o consultor.

Como aproveitar esta oportunidade?

De acordo com Fabio Lebre, quem deseja atuar na área de sinalização digital precisa receber uma capacitação especial. “O profissional tem que entender o funcionamento de cada mídia e saber alimentá-las com conteúdo”, aponta.

A forma como você deseja levar os seus serviços para potenciais anunciantes também pode exigir mais competências. Lembre-se de que a sinalização digital permite a veiculação de vídeos e animações, por isso, pode ser importante se especializar nessas áreas para conseguir criar conteúdo de mais qualidade, buscando cursos específicos para suprir esta necessidade.

Por fim, é essencial que o profissional conheça os locais em que a sinalização está inserida. É esta informação que tornará o conteúdo adequado para garantir bons resultados aos clientes.

Quer saber mais sobre o mercado de sinalização digital? Continue acompanhando o nosso canal de conteúdo e mande as suas dúvidas sore o assunto para que possamos ajudar.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *