Oportunidades

Qual é o melhor substrato rígido para o seu projeto de comunicação visual? Veja 10

Não dá para imaginar o setor de comunicação visual e sinalização sem substratos rígidos, afinal eles são responsáveis por dar vida a trabalhos como letras-caixa, displays e placas de sinalização. A facilidade de acesso a novas tecnologias de corte e impressão direta propiciam um aumento na demanda desse tipo de material. Exemplo dessa nova fase é fachada de comunicação visual externa, que já foi amplamente produzida com lona e, hoje em dia, vem sendo produzida com materiais duros.

“Atualmente, o mercado pode ter acesso a produtos com maior qualidade. Pelas várias opções e aumento da concorrência, existe uma busca constante por soluções inovadoras”, destaca William Pierone, gerente regional da Serilon. Há a disponibilidade de diversos tipos desse material, por isso é importante conhecer um pouco sobre cada um deles antes de escolher um para o desenvolvimento de projetos. Resistência, leveza e tipo de impressão são alguns fatores que refinam a busca pelo melhor substrato rígido.

Acrílico: extremante versátil, é muito aplicado na produção de displays, PDV, letreiro e decoração. O material pode receber impressão UV.

ACM (alumínio composto): sua aplicação inicial era voltada para fachadas e, hoje, já é destinado a móveis, decoração interna e até mesmo a indústria automotiva. Pode ser impresso em UV.

Chapa 3D: com suporte para UV e solvente, ela é ideal para o mercado fotográfico, decoração e publicidade.

Falcon Board: muito utilizado em sinalização, PDV, cenários, estandes e totens, essa chapa ecológica leve e resistente é indicada para processos de transferência UV.

Foam Board: tem superfície que permite a aplicação de adesivos ou impressão direta, sendo indicada para fotomontagem, sinalização suspensa, letreiros, expositores, decorações e maquetes.

Poliestireno (PS): amplamente usado em comunicação visual devido ao custo aliado a resistência a impactos, o substrato é encontrado em várias cores e dimensões.

PETG: material termomoldável, pode ser trabalhado de diversas maneiras, sendo dobrado a frio e a quente, a vácuo ou prensagem, rebitado, impresso em UV ou ser jateado. É visto em displays e letreiros.

Policarbonato: leve, moldável e com boa durabilidade, esse material plástico é utilizado em testeiras e placas de comunicação visual.

Polipropileno corrugado: utilizado em projetos de placas, displays, expositores, caixas e embalagens, esse substrato é reconhecido pela leveza, resistência e versatilidade de aplicações.

PVC expandido: resistente e com baixa densidade, tem excelente acabamento superficial na produção de placas, displays, letras caixa, painéis internos e estantes. Pode receber serigrafia e impressão digital UV.

9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *